Diretor de Banda

Daniel José Bento Frazão nasceu em Alcanede – Santarém. Iniciou os seus estudos musicais com o seu avô, apenas com 6 anos de idade. Em 2001 ingressa na Banda da Sociedade Filarmónica Alcanedense, tendo como professor de clarinete o Maestro Alberto Lages.

Em 2003 ingressa no Conservatório de Música Jaime Chavinha (Minde) na classe de clarinete do Professor Pedro Barroca, onde, mais tarde, concluiu o 8º grau de clarinete com elevada classificação.

É licenciado em Clarinete pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde estudou com os Professores Paulo Gaspar e Manuel Jerónimo. Atualmente frequenta o Mestrado em Ensino da Música na mesma instituição, tendo como orientador o Professor Doutor Manuel Jerónimo. Frequentou diversas masterclasses de Clarinete, sob a orientação de Alberto Lages, Hélder Gonçalves, Paulo Gaspar, Manuel Jerónimo, Rui Martins, Francisco Ribeiro, António Saiote, Nuno Pinto, Fausto Corneo, Massimo Mazzone, Giorgio Feroleto, Antonello Timpani, Shigeru Ikushima, Paul Meyer e Nicholas Cox. Em Música de Câmara tem trabalhado com Professores como Luís Correia, Fernando Fontes, Paulo Pacheco e Olga Prats.

Tem trabalhado com vários Maestros, dos quais se destacam Jean-Sébastien Béreau, Christopher Bochmann, Rafael Agulló Albors, Felix Hauswirth, José Rafael Pascual Vilaplana, Dário Sotelo, Marcelo Maganha, Rafael Sanz-Espert, Timothy Reynish, Alberto Roque, Vasco Pearce de Azevedo, João Cerqueira, Carlos Amarelinho, Fernando Marinho, José Ferreira Brito e Pedro Moreira.

Já actuou em várias salas de espectáculos nacionais, entre elas se destacam o Centro Cultural de Cascais, Palácio Foz, Casa da Música, Teatro Municipal S. Luiz, Teatro Camões, Teatro da Trindade, Centro Cultural de Belém (CCB) e o Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria.

Colaborou com a Orquestra Sinfónica Juvenil em Maio de 2009 e 2011.

Realizou o 16º e 17º Estágios da Orquestra Nacional de Sopros dos Templários.

Participou no curso de Clarinete do 48º Curso Internacional de Música do Estoril e no 1º Meeting Internacional de Clarinete “Marcos Romão dos Reis Jr.” em Loures.

Em 2012 participa no Estágio de Performance da 1ª Semana Académica “Cultura em Segurança” organizada pela Banda da Polícia de Segurança Pública.

Obteve o 2º Prémio no concurso Prémio Jovens Músicos 2009 promovido pela RTP/Antena 2, participando na categoria de Música de Câmara, com o Trio Scherzando.

Integrou a Orquestra de Sopros da Escola Superior de Música de Lisboa na gravação dos seus dois CD’s para a Editora Holandesa “Molenaar”. Participou também na gravação do CD “Harmoniemusik” da Camerata de Sopros Silva Dionísio.

Participou na estreia em Portugal da Ópera Alemã “Des Landes Werwiesen” de Juan Allende Blin, sob Direção Artística do Professor Nicholas McNair.

Em Maio de 2013 participa na estreia mundial de “Dance Bailarina Dance” uma produção da Companhia Nacional de Bailado com coreografia de Clara Andermatt e música de João Lucas, integrando o Circular Ensemble sob Direcção do Maestro Pedro Moreira.

Em Junho de 2013 participa com a Camerata de Sopros Silva Dionísio no V Congresso IberoAmericano de Bandas, Ensembles e compositores de Sopros, em Llíria – Valência (Espanha).

Também em 2013 fica selecionado para a Orchestre de Jeunes de la Méditerranée, ficando na lista de reserva.

Desde 2014 colabora regularmente com a Companhia Nova Ópera de Lisboa, com a qual já participou no Musical “Chicago” e na Ópera “Cosi Fan Tutte”. E desde 2015 colabora regularmente com o Ensemble Clarinete Modus.

É membro fundador da Orquestra de Sopros “Molto Vivace”, do Trio Scherzando, da Camerata de Sopros Silva Dionísio, da Orquestra de Clarinetes Marcos Romão dos Reis, do Quarteto de Clarinetes “In Tempo”, do Trio de Clarinetes “Conc3rtrio”, do The BellsWood Ensemble e do Circular Ensemble.

Como solista, tocou a solo com a Banda da Sociedade Filarmónica Alcanedense, com a Banda da Sociedade Filarmónica de Alvorninha, com a Orquestra de Sopros “Molto Vivace”, com a Orquestra de Clarinetes da ESML, e com o The BellsWood Ensemble. Em Julho de 2014 tocou em recital com o pianista José João Santos no Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria.

Foi professor de Clarinete e coordenador de naipe no 1º Estágio de Orquestra de Sopros da Banda Matos Galamba de Alcácer do Sal, no 1º, 2º e 3º Estágios de Orquestra de Sopros da Banda Musical de Carlão (Alijó) e no 1º e 2º Estágio de Orquestra de Sopros do Médio Tejo. Ministrou várias masterclasses de Clarinete, destacando-se a 1ª masterclass de Clarinete de Salvaterra de Magos, com os In tempo – Quarteto de Clarinetes, e a 1ª Masterclass de Madeiras da Banda Musical de Carlão.

No ano letivo 2014/2015 foi professor de Clarinete no Conservatório de Caldas da Rainha.

Atualmente é professor de Clarinete na Sociedade Filarmónica de Alvorninha (Caldas da Rainha), professor de Clarinete, Formação Musical e Classe de Conjunto na Academia de Música da Sociedade Filarmónica Alcanedense (Santarém). Desde Setembro de 2014 é Professor de Clarinete no Conservatório de Artes da Canto Firme, em Tomar.